quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Braga - Sporting (6ª J)

O Sporting conseguiu em Braga a conquistas dos 3 pontos num campo que será dos mais complicados do campeonato, mesmo tendo em conta o nosso bom registo contra a equipa bracarense.
Assim sendo, a equipa leonina continua 100% vitoriosa nos jogos disputados fora, mantém-se nos lugares cimeiros e junta o melhor ataque, à segunda melhor defesa e ao melhor marcador da competição até ao momento.
O caminho a seguir é este mesmo, jornada após jornada, lutar pelos 3 pontos e amealhando o máximo possível.

Nesta partida, a equipa leonina entrou no jogo praticamente a ganhar, é sempre bom conseguir um golo madrugador, no entanto, este parece não ter feito muito bem à equipa, que recuou bastante no terreno, tendo a equipa bracarense dominado até ao momento da expulsão de Santos. Este momento foi crucial para o desenrolar do jogo, pois daí em diante o Sporting dominou o jogo, tendo criado várias oportunidades para marcar.

Destaque para Cedric que com um bom remate à entrada da área deu a vitória ao Sporting, e que ao exemplo do que tem feito esta época fez mais uma exibição bastante segura a defender e acompanhando o ataque sempre que possível, com algumas boas iniciativas, no entanto por vezes tem oportunidade de cruzar sem pressão, mas os cruzamentos não têm levado a melhor direcção, situação que deve melhorar. Tentou algumas vezes dar uso à sua boa meia-distância, tendo sido recompensado com um golo perto do apito final.
Montero, regressou aos golos, mantendo-se como o melhor marcador do campeonato com 7 golos ao fim de 6 jornadas, no entanto, esteve demasiadas vezes em fora-de-jogo durante a partida, não permitindo que fossem feitos passes para as costas da defesa pela zona central.
Wilson Eduardo entrou bastante bem em jogo, quanto a mim está a ser uma agradável surpresa este jovem da "cantera" leonina, teve um boa oportunidade para marcar após um cruzamento atrasado de André Martins, mas infelizmente acertou num defesa, tem condições para ser uma peça importante da equipa, tendo que melhorar defensivamente no apoio ao lateral e aguentar os 90 minutos com boa intensidade.
É um pouco irritante ver Carrillo jogar, porque fica sempre a sensação que pode dar um pouco mais, no entanto, gostei de o ver, penso que está bem melhor esta época. Ajudou defensivamente e na frente criou vários desequilíbrios, tendo conseguido muitas oportunidades de golo, infelizmente desperdiçadas. Continua por explicar a tendência que tem para ficar parado em frente aos adversários quando recebe a bola dentro da área com espaço.
Por fim tenho de destacar Adrien e Jefferson, o primeiro, é o motor do meio-campo leonino, todo o jogo passa por ele e o segundo pela profundidade que empresta à ala esquerda.

Sem comentários:

Enviar um comentário