terça-feira, 24 de setembro de 2013

Sporting - Rio Ave (5ª J)

No passado Sábado, o Sporting registou o segundo empate para o campeonato, foi um jogo com poucas oportunidades de golo para a equipa leonina, não só por demérito próprio mas também por mérito do adversário que é uma boa equipa e um candidato aos lugares europeus.

Tenho lido que o meio-campo leonino já não está tão forte como no inicio de época com destaque para a quebra de William Carvalho e Adrien. Na minha opinião, ambos fizeram um bom jogo, Adrien esteve constantemente a dar linhas de passe aos colegas, embora não tenha conseguido desequilibrar e  aproximar-se das zonas de finalização, tendo sido bastante importante na manobra da equipa e na pressão que impediu o Rio Ave de jogar na 1ª parte. William Carvalho, não conseguiu fazer os passes de ruptura e as aberturas que nos habituou nas primeiras jornadas, mas continua a dar segurança com bola e também ele foi importante em impedir o Rio Ave de jogar.
A suposta quebra destes dois elementos, está relacionada com o maior conhecimento que os adversários têm do Sporting, havendo neste momento uma maior marcação sobre ambos, tentando impedir que estes iniciem as construção de jogo leonino. Assim sendo, é importante que André Martins e os extremos se aproximem e venham buscar jogo, por forma a evitar o passe longo dos defesas.

Quanto aos restantes jogadores, destaque para Jefferson que mais uma vez deu grande profundidade à ala esquerda, foi uma excelente aquisição, há muito que não havia um lateral esquerdo assim em Alvalade, trata bem a bola e apesar de ainda não ter marcado, penso que o irá fazer no futuro.
Wilson Eduardo voltou a marcar, numa excelente execução técnica, é um jogador que comete algumas falhas durante o jogo e por vezes desaparece um pouco, no entanto as suas acções positivas no último terço do relvado normalmente resultam em golo ou assistência. Foi substituído numa altura em que já não conseguia acompanhar tão bem as subidas do lateral, o que obrigou Leonardo Jardim em mexer em toda a estrutura do Sporting, o que fez com que Martins fosse para a ala, Adrien subisse no terreno e Rinaudo ocupasse o lugar deste último, penso que não é bom mexer em tantos jogadores ao mesmo tempo, mas fruto da lesão de Capel, já não havia extremos no banco.
Por outro lado, Eric teve uma noite infeliz, esteve bastante inseguro, cometendo alguns erros incaracterísticos dando oportunidade ao adversário de criar perigo junto da baliza de Patrício, e acreditar que era possível chegar ao empate.
Montero, apesar de aparecer pouco em jogo, quase dava a vitória ao Sporting numa boa iniciativa individual.
André Martins é um pouco como Wilson Eduardo, desparece muitas vezes do jogo e comete algumas falhas, sendo que as suas acções positivas no último terço também têm resultado em golos ou assistencias, no entanto, sendo um jogador já com vários anos e jogos no Sporting e internacional português, penso que deveria explodir de vez e assumir-se como o estratega da equipa, na minha opinião deveria aparecer mais para ajudar na primeira fase de construção e tentar estar sempre em jogo dando linha de passe aos companheiros, e sendo um jogador, rápido, ágil e bom tecnicamente, deveria ganhar mais faltas, não se justificando que perca a bola sem falta.

Apesar de tudo, estou contente com o nível que a equipa tem apresentado e julgo que este percalço é a excepção que confirma a regra.

Sem comentários:

Enviar um comentário