sexta-feira, 7 de junho de 2013

Cercle Brugge

Nos últimos tempos tem vindo a falar-se do interesse do Cercle Brugge em manter William Carvalho no seu plantel. Contudo, também foi noticiado que neste momento os responsáveis do Cercle não conhecem ninguém da nova estrutura leonina.

Ainda que fosse para cortar relações penso que as estruturas deveriam reunir-se e perceberem o que cada uma pensa desta parceria e que perspectivas tem cada uma das partes. A meu ver, é uma parceria interessante, os jogadores crescem numa liga competitiva, num clube pacato e que foi sempre bastante correcto e cooperativo com o Sporting e num campeonato seguido por alguns dos maiores clubes europeus.

Neste momento, o Sporting tem uma equipa B, que permite aos seus jovens crescerem dentro de portas, sendo constantemente acompanhados pela estrutura e podendo subir à equipa principal a qualquer momento. No entanto, vivemos também numa altura em que a aposta na formação está na ordem do dia, e todos os anos saem novos valores da equipa de juniores e sabemos que as duas equipas serão formadas por grupos pequenos, logo não haverá espaço para todos.
Por outro lado, há jogadores como Golas, Arias, Zezinho, João Mário, Esgaio ou até Fokobo que têm qualidade para jogar num nível acima da II Liga e caso não fiquem no plantel principal, o Cercle será certamente uma opção a ter em conta.

Julgo que a parceria, além de ser mantida, deveria ser inclusivamente melhorada, havendo um maior acompanhamento dos jogadores emprestados, de diálogo entre os clubes e até de observação do próprio campeonato belga, onde vão despontando jovens talentosos todos os anos. Na minha opinião, os dois clubes devem pensar nas vantagens que podem advir desta parceria e reunirem-se para definirem os moldes em que a mesma deve continuar, uma vez que há condições para ser benéfica para ambas as partes.

Sem comentários:

Enviar um comentário