segunda-feira, 29 de abril de 2013

O Crescimento

Neste último par de meses os resultados da equipa principal do Sporting já são mais condizentes com a grandeza do clube, e uma boa prestação neste último mês de competição permitirá que a turma leonina marque presença nas competições europeias na próxima temporada. Alturas houve, durante esta atribulada época em que nem sempre pareceu um objectivo fácil de atingir, contudo, acredito que será atingido sendo que o próximo jogo em Paços de Ferreira é fundamental nessa luta.

Vários factores estarão na base deste crescimento, gostaria de destacar alguns que considero importantes.

Por um lado, o mercado de Janeiro, levou à saída de vários jogadores: Pranjic, Ínsua, Gelson, Elias, Izmailov,Carriço, Pereirinha e Xandão. Estas saídas foram importantes na medida em que permitiram a entrada de capital além de reduzirem a massa salarial, fundamental no plano financeiro. Mas no plano desportivo permitiu o aparecimento de um conjunto de jogadores que têm dado boa conta do recado. Assim, estas saídas aliadas ao desaparecimento de alguns jogadores como Boulahrouz, Jeffren ou Carrillo, permitiram que jogadores como André Martins, Joãozinho, Eric, Ilori e Bruma aparecessem e se revelassem como fundamentais na melhoria desportiva da esquipa. A juntar a estes, é importante destacar o crescimento de Cedric, e o aparecimento de Viola e Labyad como alternativas aos titulares, sendo que o argentino tem aproveitado melhor as oportunidades. Isto prova, que com orçamentos mais reduzidos é possivel fazer tão bom ou melhor e que os jogadores nacionais e os atletas da nossa formação têm valor e devem ser olhados com outros olhos, não sendo necessário gastar milhões para ter jogadores de qualidade e uma equipa competitiva.

O professor Jesualdo Ferreira também tem sido importante neste trajecto mais positivo, conseguiu o crescimento de alguns jogadores e deu estabilidade à equipa que agora tem uma táctica mais automatizada e um onze estável o que faz com que os jogadores se sintam mais confortáveis e confiantes. Havendo uma forma de jogar estabilizada também torna mais facil a entrada de jogadores menos utilizados, seja durante o jogo, seja de incio para suprir lesões ou castigos. Tudo isto tem provocado uma valorização do nosso plantel, algo fundamental, dado que o Sporting precisa de vender e de vender bem, mas isso só se consegue com bons resultados, com jogadores confiantes e com uma equipa estabilizada. Por isso tudo, via com bons olhos a continuidade do treinador do Sporting, que ainda mais sentido fará se vier a conseguir o apuramento para as competições europeias. Não sei se o seu salário será o mais condizente com a actual situação do Sporting ou se será essa a vontade das partes, mas penso que seria uma boa opção para o comando técnico leonino na próxima época e que nao se deveria alterar só porque sim, e se houver uma mudança que seja para melhor.

Por outro lado, gostaria de destacar o bom ambiente que parece reinar em Alvalade neste momento, e que foi evidente na forma como os nossos suplentes festejaram o golo de Rojo este fim de semana. Não sei se será por mérito de Jesualdo Ferreira se devido ás saídas registadas, ou pela melhoria de resultados e das exibições, mas parece que há um novo ambiente, espero que seja mesmo assim e que seja para continuar.

sábado, 13 de abril de 2013

Reestruturação Financeira

As negociações entre o Sporting a as entidades bancárias deste chegaram a bom porto. Era importante que assim fosse e era importante que tal acontecesse dada a actual situaçao do Sporting.
Posto isto, há que arregaçar as mangas e começar a preparar o futuro do clube, há dividas por pagar, jogadores com quem renovar e reestruturações a fazer, por isso, mãos à obra.
Apesar de ser bastante positivo este acordo, não tenho apreciado a atitude do nosso presidente em atacar constantemente os últimos 17 anos do Sporting, onde foram conquistados dois titulos de campeão nacional, uma final europeia, várias taças, vimos aparecer um dos maiores futebolistas de sempre, apesar dos muitos erros que foram cometidos e que são do conhecimento público, este é o nosso clube e sempre o foi nos últimos 17 anos e todos nós tivemos alegrias e tristezas durante esse periodo.
Na minha opinião estes constantes ataques, esta divisão em nada beneficia o Sporting, Bruno de Carvalho já foi eleito presidente, não é mais candidato e como tal não tem que se promover desta forma. Será julgado pelo seu trabalho e todos queremos que o faça bem e cá estaremos para o aplaudir caso o consiga, todos sabemos que não é um trabalho fácil, mas não se tornará mais fácil por se atacar anteriores direcções, o que foi feito tenha sido bom ou mau já lá vai, agora há que seguir em frente, sabendo que haverá uma auditoria de gestão para apurar responsabilidades se as houver, como tal nao temos que estar preocupados com esse asssunto.