quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Reequilibrio do plantel

No próximo sabado a equipa do Sporting joga as 18h contra a equipa do Nacional da Madeira que estando a fazer um péssimo campeonato está em igualdade pontual com a nossa equipa. Vercauteren reafirma que o objectivo é o terceiro lugar, que está a nove pontos de distancia. Na minha opinião devemos ir jogo a jogo, fazendo as contas no final, no entanto este é o último jogo do ano e é fulcral conseguir a vitória, sabendo de antemão que o jogo seguinte apenas se disputará no fim de semana de 6 de Janeiro. Assim sendo, e tendo dois jogos para a Taça da Liga pelo meio, o treinador do Sporting tem que perceber de uma vez por todas quais os jogadores com que conta para atacar a segunda parte da época, sabendo que haverá uma reabertura do mercado durante o mês de Janeiro e a equipa necessita de ser reequilibrada.

É do conhecimento geral as dificuldades financeiras que a nossa equipa enfrenta, e está visto que a revolução operada na época transacta não funcionou, resta com os activos que temos construir o melhor grupo possivel tentando realizar algumas vendas.
A equipa b tem um conjunto de bons valores, mas julgo que devem continuar a crescer na mesma, pois não é o momento ideal para serem lançados.

Assim sendo, julgo que Dier deveria baixar a equipa B para ter oportunidade de jogar, de preferencia como central, sendo que a lateral direita deve ser entregue a Cedric e Pereirinha, bem sei que o primeiro está a desiludir e já cometeu muitos erros esta época (não sendo caso único), mas pelo menos não é uma adaptação e o rendimento global da equipa do Sporting e individual dos seus jogadores não pode ser pior, logo a tendência é melhorar, e tem valor para isso.
No centro da defesa apenas temos 3 jogadores, penso que os da equipa B, devem continuar a trabalhar regularmente na equipa principal, mas devemos atacar a parte final da época com os três que temos. Na lateral esquerda é mais preocupante pois apenas temos Insua e apenas há o Mica na equipa B, que não parece estar ao nível de uma primeira liga, sabendo que temos Turan e Evaldo emprestados, sendo que o segundo nem sequer está a ser utilizado, podia funcionar como uma alternativa a Insua para a etapa complementar da temporada.

Para a posição de trinco temos Carriço e Gelson. A posição "8" é que conta com Rinaudo, Schaars, A. Martins, Adrien e Elias, parece-me um numero exagerado para quem tem uma equipa B e como tal apenas deveriam continuar dois jogadores, na minha opinião seriam os portugueses, da nossa escola, mais jovens, mais baratos e na minha opinião com mais qualidade para a posição. Já a posição "10", conta neste momento com Labyad, Izmailov e Pranjic. Labyad ainda não mostrou o porque de ser considerado das maiores promessas na Europa, contudo a posição em que o mais gostei de ver foi a 10 no adeus à Liga Europa. Izmailov é indiscutivelmente dos melhores jogadores do Sporting, mas é preciso decidir de vez se tem condições para jogar ou se apenas o pode fazer algumas vezes por época, caso não possa ser aposta regular julgo que não vale a pena continuar a insistir e se deve tentar realizar um encaixe financeiro com a sua venda, caso contrário sobra Pranjic, devendo ser este a abandonar.

Na frente falta uma alternativa a Wolfswinkel, é pena não termos ficado com Amido Baldé que está neste momento em boa forma ao serviço do Vitória de Guimarães. Temos na deireita Carrillo e Viola e na esquerda Capel e Jeffren, também ele muito atingido por problemas fisicos, mas vamos ver como ser porta na segunda metade da época.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

A posiçao "6"

No seguimento da grande entrega de Rinaudo no derby de segunda-feira, ou melhor da entrega habitual, uma vez que trata-se de um jogador a quem não se pode apontar nada, é um jogador de grande profissionalismo, muitas vozes se insurgiram contras as declarações de Manuel Fernandes que o consideram um anarquista táctico.

Na minha opinião, Manuel Fernandes tem razão, a posição 6 é uma posição fulcrar para dar equilibrio à equipa e consistencia defensiva e como tal deve ser ocupada por jogadores tacticamente muito fortes. Rinaudo apesar da sua enorme garra e entrega é um jogador que tenta jogar em antecipação constantemente, pressionando muitas vezes fora da sua zona de acção o que nos permite por vezes recuperar a bola cedo, permitindo sair em contra-ataque, mas quando falha na sua investida deixa a defesa entregue a si mesma, dado que não tem velocidade para recuperar e não tem neste momento Schaars que é um jogador mais posicional e funciona sempre como ajuda neste tipo de situações.
Nos jogos como o de segunda-feira não há grandes problemas, dado que a equipa está bem posicionada e com um bloco baixo grande parte do tempo, no entanto nos restantes jogos em que a equipa joga mais ao ataque, o Sporting fica refém dos contra-ataques adversários sem um "tampão" que lhes faça frente. A meu ver, Rinaudo, à semelhança de André Santos é mais um "8" que um "6".

Julgo também que um dos problemas do Sporting nos últimos anos é a falta de um jogador que cumpra bem essa função. Desde os mal-amados Veloso ou Custódio que a consistencia defensiva do Sporting tem piorado, bem como a classificação e as exibições. Bem sei que não eram jogadores com a entrega de Rinaudo mas tinham capacidade de segurar o meio campo e como bem se sabe não é preciso correr muito, é preciso correr bem, sendo Xabi Alonso um grande exemplo disso, dando equilibrio à equipa do Real Madrid (que tem vários jogadores que pouco ou nada defendem) sem grande esforço aparente, parecendo estar sempre no sitio correcto.

Na minha opinião, deveria ser dada a oportunidade a Carriço que consegui dar alguma estabilidade à equipa na época transacta na posição, tendo sido um erro deixar de ser a primeira opção para a posição "6" no jogo em Bilbao para a Liga Europa.
Rinaudo a meu ver poderia ser um complemento a Carriço, jogando como "8", ao invés de Elias que se trata de um jogador que se esconde muito do jogo e julgo que esta dupla seria capaz de garantir a estabilidade defensiva dando maior liberdade ao quarteto da frente para atacar.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Liga Europa

Na ressaca do desempenho da nossa equipa, na Suiça, frente à equipa do Basileia, devo confessar-me bastante desiludido. Bem sei que o Basileia vinha de uma série de 5 vitórias seguidas, sendo que a ultima foi por esclarecedores 4-0, frente ao líder do campeonato. Também sei que a nossa equipa apenas soma 3 vitórias esta época e que não vence um jogo fora há bem mais de meio ano. No entanto pensei que a vitória frente ao Braga e a paragem do campeonato fossem o balão de oxigénio que a equipa precisava. Puro engano, a primeira parte da equipa foi no minimo assustadora, por momentos pensei que o Sporting tivesse a jogar contra o Real Madrid (sem desprimor à equipa do Basileia que fez uma exibiçao muito muito boa), tal a incapacidade de criar perigo, a forma como a equipa jogou recuada e sem conseguir sair a jogar, não conseguindo construir uma jogada digna de registo.

Não tinha grandes ilusões em sair vencedor desta prova, nos últimos anos apenas na época de Peseiro conseguimos fazer uma grande campanha europeia, e a da época passada também foi bastante aceitável, no entanto a nossa saída de cena nunca poderia ter por base tão fraca prestação. Apesar de querer ganhar esta competição, trocava facilmente qualquer Liga Europa pelo título nacional ou por marcar sempre presença na fase de grupos da Liga dos Campeões, assim sendo, (deixem-me sonhar!) se esta eliminação vier a contribuir para que a equipa atinja a qualificação para a principal competição europeia de clubes então digo AMEN a esta eliminação.

Posto isto, devo confessar que estou tão descrente que, se a equipa do Sporting só vale isto, devo dizer que preferia então que se apostasse na prata da casa. Bem sei que a grande maioria da massa adepta leonina não trata muito bem os jogadores da nossa escola, sendo sempre eles os principais visados dos maus resultados da equipa principal, no entanto devo dizer que preferia que a nossa equipa fosse constituída por mal amados como Patricio, Cedric, Pereirinha, Carriço, André Santos, André Marques, Adrien, André Martins, Saleiro, Djalo entre outros... Tenho sérias duvidas que os resultados fossem piores e pelo menos estaria a apoiar jogadores portugueses, que cresceram no meu clube e que seriam muito menos dispendiosos. Bem sei que há bons valores, na equipa B e que estão a fazer um campeonato muito bom, pessoalmente preferia que nao fossem já lançados e fossem apenas numa série mais positiva, com calma por forma a não serem queimados como muitos dos acima referidos, no entanto se a solução for essa, assim seja, contam com o meu apoio.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Troféu Colombino

Devo confessar que fiquei um pouco desiludido com a participação da nossa equipa no Troféu Colombino. Tenho perfeita consciencia que o relvado não ajudou e que o Getafe não sendo uma potência do futebol mundial é uma boa equipa, que tem os seus valores e também que mostrar trabalho.
Também sei que com melhor ou pior futebol continuamos com os mesmos pontos dos nossos adversários directos na luta pelo titulo nacional, todos queremos exibições de encher o olho, mas estou confiante que com exibições mais vistosas ou menos vistosas vamos entrar bem no campeonato, e isso é que é realmente importante. No entanto, creio que se deve cultivar um espirito de vitória no nosso clube e que os nossos jogadores a nossa equipa técnia e os nossos adeptos, devem querer ganhar sempre independentemente das adversidades e julgo que por vezes falta isso à equipa, vontade de ganhar!

Apesar de tudo, há coisas que me agradam na equipa, julgo que defensivamente estamos bem e Sá Pinto sabe o que quer para o Sporting, podemos concordar ou discordar mas o nosso treinador tem as suas ideias, o que a meu ver é um ponto a favor. O 11 parece estar praticamente definido assim como a ideia de jogo, desta forma julgo que não se vai suceder o que se passou na epoca transacta onde de semana para semana por vezes havia grandes revoluções no 11, onde jogadores passavam de 1ª para 3ª opção e havia várias alterações tacticas. Julgo que este ano a equipa terá maior estabilidade no 11, no sistema tactico e na forma de jogar.
No entanto no processo ofensivo, continuamos a ter muitas dificuldades em sair a jogar a partir da defesa onde é tudo muito lento ainda e o meio campo não dá por vezes muitas linhas de passe, assistindo-se muitos minutos por jogo a trocas de bola entre os centrais e os laterais, culminando muitas vezes com um jogo mais directo que não nos beneficia muito. Além disso por vezes a equipa parece-me muito partida, onde ao quarteto defensivo se junta um médio e depois ha cerca de 20 metros sem ninguem e depois surgem no ataque os restantes 5 jogadores, creio que a equipa deveria estar mais próxima para conseguir jogar de forma apoiada.
Mas, na verdade, nada disto interessa se daqui a duas semanas quando se iniciar o campeonato a nossa equipa consiga conquistar os 3 pontos, e penso que temos tudo para o conseguir e que em duas semanas o nosso nível de jogo irá melhorar bastante.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Apresentação equipa B

Ontem foi o dia de apresentação da nossa equipa B, na minha opinião foi uma excelente opção voltar a criar esta equipa não só porque temos oportunidade de ver os jovens talentos leoninos a continuarem de verde e branco e com o símbolo do leão ao peito, sendo que desta forma são seguidos mais de perto e provavelmente melhor acompanhados. Deixa-me a pensar se não teria sido mais fácil a integração de jogadores como Patricio, Pereirinha, Carriço ou Djaló se houvesse esta equipa ou como seria a carreira de André Marques, Rosado ou Saleiro por exemplo, sabendo que o próprio André Martins teria tirado proveito de uma eventual equipa secundária.

É verdade que a criação desta equipa traz custos acrescidos ao nosso clube, mais jogadores, mais treinadores, mais deslocações, mais de tudo um pouco, mas a verdade é que se esta equipa for abastecendo a principal então compensa e de que maneira, e à primeira vista não faltam candidatos à equipa principal.

Apesar do talento de boa parte dos jogadores que constituem a equipa B leonina, a sua juventude e as particularidades da segunda liga, levam-me a pensar que o seu campeonato será bastante complicado, no entanto ontem durante o jogo com a Académica cheguei a ficar com a ilusão de que até podem fazer um campeonato tranquilo.

A equipa pareceu bastante sólida defensivamente, não só pelo bom quarteto defensivo mas também pela consistência que trazem João Mário e Fabrice, sabendo que no banco ainda existem dois laterais experientes como João Gonçalves ou Atila Turan e o central Ilori que julgo que precisa de tempo para crescer, mas é um jogador em que deposito enormes esperanças. No meio campo Zezinho é também uma boa opção.  No ataque o grande destaque vai para os juniores Chaby e Bruma que terão nesta equipa espaço para crescerem para a breve prazo atingirem a principal equipa leonina. Esqueci-me de referir mas na baliza também temos bons valores, sabendo que os guarda-redes vão se tornando cada vez melhores ao longo da carreira, resta saber de que forma vão evoluir este três jovens guarda-redes.
Assim sendo, a equipa principal tem tudo para a médio prazo lucrar imenso como estes jogadores que serão sempre "contratações" de jogadores talentosos, com uma margem de erro reduzida, habituados não só ao clube como ao país e a baixo custo.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

As renovações

É com agrado que recebo a noticia de que o nosso guarda-redes Rui Patrício vai renovar, titularíssimo na nossa selecção tem feito excelentes épocas ao serviço do nosso clube e é indiscutivelmente a maior figura do Sporting neste momento. É um prémio merecido para o Patrício mas também para todos os adeptos do Sporting.


Cedric Soares também chegou a acordo com o Sporting, estendendo o seu contrato até 2016, estamos perante outra boa noticia, é um bom lateral direito, bastante seguro a defender e que mesmo que ainda não seja primeira opção no Sporting terá sempre as suas oportunidades e continuará certamente a mostrar-se nas selecções mais jovens.

Assim sendo, além dos dispensados Grimi e Sinama-Pongolle, temos Carriço, Xandão, Adrien e Pereirinha que terminam contrato no final da presente época.

Quanto ao brasileiro, Xandão, nada podemos fazer a não ser pagar o valor estipulado no empréstimo para que este passe a ser nosso jogador. A meu ver foi uma boa descoberta e se fosse jogador dos quadros do Sporting julgo que até poderia ser titular ao lado de Rojo, no entanto se a opção passar por não activar a clausula no final desta época penso que devemos tentar fazer dinheiro com ele agora dado o elevado numero de centrais, sendo que gostava que o Sporting tivesse capacidade financeira para o manter.

Quanto a Adrien, também gostava que este renovasse o seu contrato, considero-o um bom médio que será certamente muito útil ao Sporting, é jovem, português, das nossas escolas e nada inferior aos médios que pelo nosso clube têm passado. Se for feliz no Sporting tem todas as condições para chegar à selecção principal e além disso é um jogador com mercado.

Faltam os mal-amados Pereirinha e Carriço, quanto ao primeiro julgo que devia ser aposta na lateral direita e como tal deveríamos chegar a acordo com ele por forma a prorrogar o seu vinculo com o Sporting, como extremo julgo que não tem qualidade para jogar no nosso clube, mas como lateral penso que pode ter um grande futuro, sendo na minha opinião superior ao seu antecessor. Contudo, se o objectivo for para o ano apostar em Cedric e Arias então não faz sentido o lateral titular ser Pereirinha nem renovar com este, sendo que não seria essa a minha opção não só por o considerar um bom lateral e porque desconheço a real capacidade de Arias, que apesar de muita gente o ver como potencial titular do Sporting, eu não o consigo ver assim dados os escassos minutos que jogou na última época onde apesar de ter mostrado bons pormenores não deu para perceber o seu real valor.

A situação do Carriço é a mais complicada uma vez que temos 5 centrais, na minha opinião ele não deve sair, dado que o Xandão não pertence ao Sporting e a menos que o Sporting o venha a comprar deve ser sempre um candidato à saída, por outro lado apesar o grande profissionalismo e das qualidades de Onyewu a meu ver não faz qualquer sentido ter um dos jogadores mais bem pagos do plantel como quarta ou quinta opção para a sua posição, é verdade que é um central que nos deu muitos pontos e será provavelmente o mais forte no jogo aéreo de todo o campeonato, mas os jogadores mais bem pagos tem que ser os que fazem a diferença e não suplentes. Assim sendo, julgo que Carriço deverá manter-se neste último ano de contrato cumprindo o papel que Tiago tem cumprido nos últimos anos, sendo que Nuno Reis jogador que há muito é apontado como o seu substituto já renovou e penso que no final desta temporada poderá ocupar o lugar de Carriço no plantel principal do Sporting.

Por último, gostava de referir-me a um jogador que está a ser gerido de uma forma estranha, falo de Amido Baldé que também termina contrato na próxima época, é um jogador que a meu ver poderia crescer bastante na equipa B e ser útil no futuro ao Sporting, numa posição onde até nem temos grandes alternativas, contudo ninguém sabe muito bem qual a situação deste jogador, sendo que pessoalmente gostaria de o ver renovar e integrar a equipa B ou ser emprestado a uma equipa onde possa competir a um nível mais elevado.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Os últimos tempos

Nestes últimos dias houve algumas situações que me agradaram. Desta forma, foi com muito agrado que recebi a noticia de que os excedentários Rodriguez e Luís Aguiar já não pertencem aos quadros do clube, mesmo não sabendo bem os contornos dos negócios, espero que Pongolle, Bojinov e Grimi sigam o mesmo caminho.

Matias Fernandez também abandonou Alvalade, é um jogador que me agrada ver jogar e em quem depositava esperanças para abrir as defesas mais cerradas quando o Sporting tinha dificuldades nesse capitulo. A sua passagem foi contudo marcada por vários problemas físicos que talvez o tenham impedido de se afirmar como todos esperaríamos, sendo que na minha opinião, pelo menos nos últimos anos, sempre que esteva bem fisicamente correspondeu. No entanto, entendo perfeitamente a sua saída, sendo um negócio semelhante ao do João Pereira, onde o Sporting recuperou o investimento que fez nos atletas e além   de tornar mais leve a folha salarial tem oportunidade de lançar jovens como Pereirinha ou Cedric e Labyad ou André Martins, sendo que qualquer um deles poderá fazer-nos esquecer os seus antecessores.

Por fim, resta dizer que fiquei agradado com a exibição da Sporting no seu jogo de apresentação aos sócios, onde concordo com Sá Pinto, a equipa está a evoluir. Não gostei muito dos minutos iniciais onde Elias e Schaars tiveram dificuldade em sair a jogar entregando a construção de jogo aos centrais, no entanto quando o jogo assentou a nossa equipa arrancou para um boa exibição. Destacando-se as incursões de Elias no apoio ao ataque, a exibição de Marcos Rojo, que além de ter mostrado segurança com a bola nos pés, cortou inúmeros ataques adversários graças ao seu bom jogo aéreo. 
Também gostei de ver um Sporting a jogar pelo centro do terreno e não um jogo somente pelas laterais à semelhança do ano passado, permitndo ver van Wolfswinkel a fazer várias desmarcações no sentido de se isolar, recordando-me de pelo menos duas situações em que conseguiu receber a bola desta forma, uma em que ofereceu o golo a André Martins e outra no lance do segundo golo do Sporting. Acredito que com o decorrer da pré-época nos tornaremos ainda mais fortes neste capitulo, não ficando tão dependentes do jogo pelas laterais com cruzamentos para a área, onde muitas vezes se encontra o nosso ponta de lança sozinho. Neste capitulo destaque para Carrillo que já mostrou que aparece bem na área a finalizar de cabeça, julgo que esta característica deve ser tida em conta por Sá Pinto, quando escolher o seu 11.
Gostei bastante da dinâmica da equipa da segunda parte apesar das substituições que naturalmente iam quebrando um pouco o ritmo, sabendo no entanto que o jogo se tornou mais fácil a partir do momento em que ficamos em vantagem.
Faltam disputar agora dois troféus, o Columbino e o Cinco Violinos, julgo que Sá Pinto começará a afinar o 11 e podemos começar a ficar com uma ideia mais real do que será o Sporting esta época.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Notas do primeiro triunfo

O Sporting venceu o Sheffield Wednesday por 2-0 com golos de André Martins e Wolfswinkel.

Apesar de ter gostado dos primeiros minutos de jogo com destacando as boas combinações entre Insúa e Capel, para Schaars a iniciar a contrução de jogo e a entrega de Gelson coroada com algumas recuperações de bola, não apreciei a exibição no Sporting na primeira parte.
No entanto após o intervalo a equipa melhorou imenso. Capel manteve um bom nível, Adrien entrou bem no jogo, tal como Cedric e Matias, sendo talvez os principais responsáveis pela melhoria da equipa. Destaque também para os reforços Pranjic e Boulahourz, o primeiro integrou-se bem no ataque mostrando que é um jogador de qualidade, já o segundo também não foi muito testado defensivamente mas mostrou-se confortável com a bola nos pés. Por fim uma referência a Wolfswinkel que apesar de não ter tido muito jogo, foi importante saindo do jogo com um golo e uma asssistência.

Não foi um jogo em que o Sporting tenha criado muitas ocasiões de golo, conseguindo contudo fazer dois golos e por vezes foi muito lento talvez devido ao cansaço, no entanto apesar das ausencias de Patricio, Rojo, Rinaudo, Izmailov e Labyad fico com a sensação de que o plantel do Sporting é bastante forte pese embora a falta de alternativa a Wolfswinkel que se espera que seja colmatada em breve. Face a isto, e  sabendo que a época é longa e todos os jogadores terão oportunidades durante o ano, creio que Ricardo Sá Pinto terá algumas dificuldades em escolher o melhor 11.

Considero que o Sporting até tem acertado nas contratações e que possuiu excelentes jogadores, mas durante o jogo dei por mim a perguntar-me se o nosso melhor centrocampista não será o Adrien, trata-se de um jogador que aprecio bastante e que julgo que tem tudo para se impor na nossa equipa apesar da concorrência, mostrando mais uma vez que a nossa academia é capaz de formar bons jogadores, não sendo necessário um grande investimento para os ter.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

A equipa B

A equipa B iniciou hoje os trabalhos na academia, apesar de ainda não estar completo o grupo, temos certezas quanto à equipa técnica que será composta por Oceano Cruz, José Dominguez, Vasco Évora, Márcio Sampaio e Igor Dias.

No que ao plantel diz respeito, este é até ao momento composto por:
GrLuís Ribeiro e Rafael Veloso
Defesas: Ricardo Esgaio, Tiago Ilori, Pedro Mendes, Nuno Reis, Atila Turan e Michael Pinto
Médios: João Mário, Lucas Patinho, Luka Stojanovic Zezinho
Extremo: Bruma
Avançados: Gael Etock, Betinho e Sunil Chhetri.

Significa que até ao momento a equipa B é composta por 16 jogadores. 
Nos guarda-redes não deverão existir alterações dado que além dos dois acima mencionados temos o Golas no plantel principal que deverá trabalhar em ambos os grupos.
Na defesa, penso que a lateral esquerda está completa. Temos 3 centrais e um lateral direito, julgo que aqui também não haverá grandes mexidas sendo que Arias poderá ter o mesmo papel que Golas e trabalhar nas duas equipas. Quanto ao centro da defesa em caso de necessidade devem recorrer aos juniores chamando provavelmente Eric Dier.
Já no que toca ao meio campo faltam soluções, apenas quatro jogadores é muito curto, e a juntar a isso a única solução que temos para as alas é o júnior Bruma que acredito que fará toda a época nesta equipa dando oportunidade a outros atletas na equipa de juniores. Assim sendo, deverão juntar-se mais jogadores à equipa brevemente para ajudar a construir o meio campo.
No que toca aos avançados a equipa estará completa, sendo que Rubio poderá eventualmente fazer alguns jogos por esta equipa.

Assim sendo, sem grandes surpresas o lateral direito João Gonçalves não fará parte dos planos leoninos, sendo que é um jogador que conseguirá facilmente colocação nomeadamente na Olhanense, é também um jogador que poderá ser usado numa troca caso haja interesse em fazer algum negócio com clubes portugueses. Apesar de ser um jogador interessante é bastante complicado ter oportunidades em Alvalade com a concorrência de Arias, Cedric e Pereirinha.
A minha grande surpresa foi não ver o nome do avançado Amido Baldé, que parece não fazer parte dos planos, não se sabendo se é para continuar emprestado ao Cercle ou se terá outro destino, resta esperar por novidades, sendo que se trata de um jogador que poderia crescer bastante com a equipa B.
Eric Dier, que regressou do Everton, também não faz parte da equipa, a meu ver bem, já que deverá integrar o plantel de juniores onde terá mais oportunidades de jogar sendo que na equipa B seria mais complicado com a concorrência de Ilori, Pedro Mendes e Nuno Reis.
William Owusu, parece que será novamente emprestado ao Westerlo, o que não me causa surpresa, dado que é um jogador que dificilmente terá oportunidades no Sporting.
O médio William Carvalho, seria bastante útil a esta equipa contudo, continuará emprestado ao Cercle e muito bem na minha opinião onde poderá competir a um nível mais elevado.
Quanto aos ex-juniores, de realçar que Agostinho Cá está mesmo de saída, assim como Mateus Fonseca, Altair ou Rodolfo Simões.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

A bomba!

A entrevista de Carlos Barbosa é a bomba do dia e tem causado alguma turbulência no universo leonino. Este tipo de ataques nunca vêm em boa altura, portanto também neste dia em que se inicia a temporada do plantel principal do Sporting não será o mais indicado. Nesta entrevista, Carlos Barbosa foca-se essencialmente em apenas dois pontos.

1º - O Sporting tem um problema de competência e de liderança

Carlos Barbosa considera que Godinho Lopes apesar de humanamente ser uma excelente pessoa e de enquanto engenheiro ser bastante competente não tem jeito para ser presidente do Sporting, uma vez que lhe falta competência para o efeito e acima de tudo liderança.


É a opinião de Carlos Barbosa, não sei se junta ou injusta nem estou preocupado com isso, o que sei é que Carlos Barbosa fez parte da lista do actual presidente nas ultimas eleições. 
Assim sendo, julgo que não tem qualquer legitimidade para o criticar e ainda que tenha não o devia fazer, já que ou na altura o considerava competente e com capacidade de liderança e se errou nesse julgamento, problema dele, fez parte do projecto deu a cara por ele e apesar de ter abandonado o barco julgo que por uma questão de boa fé não se deveria pronunciar sobre os eventuais problemas internos do Sporting.
Caso na altura em que foi convidado a integrar a lista do actual presidente do Sporting já tivesse a opinião que hoje têm então ainda menos legitimidade tem para se pronunciar, pois o tempo para o fazer era durante a campanha eleitoral, e assim sendo não deveria aceitar o cargo, formando uma lista ou juntando-se a quem considere ter competência para liderar o Sporting, aceitando-o fica vinculado à sua opção não podendo vir agora tecer estas criticas.


Além disso, o actual presidente foi o escolhido pelos sócios para cumprir este mandato e como tal com todos os seus defeitos e com as suar virtudes cabe-lhe a ele liderar o Sporting e cabe-nos a nós enquanto adeptos do clube remar todos para o mesmo lado, apoiar o clube e torná-lo mais forte e apoiar o clube engloba apoiar o seu presidente, os seus jogadores, tudo! É óbvio que não concordamos com tudo mas no fim deste mandato vamos ser chamados novamente a dar a nossa opinião e aí sim é tempo de fazer o balanço da liderança de Godinho Lopes.


Na minha opinião estes ataques públicos ao nosso clube, (sim porque se gostamos ou não é outra coisa, mas o Presidente Godinho Lopes faz parte do clube) deveriam ter o condão de unir os adeptos do Sporting e não fragmentá-los, é este o presidente que temos, são estes os jogadores e é este o treinador e enquanto forem este são estes que temos que os apoiar. Já nos basta os adversários que teremos que enfrentar todas as semanas! Posso não gostar do jogador A, B ou C, ou do treinador ou do Presidente mas eu quero que eles tenham as maiores felicidades enquanto defenderem o meu clube, se depois puderem vir melhores, muito bem são bem vindos.


2º - Não podemos gastar 80M quando as receitas rondam 55/60M


Carlos Barbosa considera que não podemos viver 30M acima do que podemos todos os anos, já que ao contrário dos nossos rivais não temos activos que possam cobrir esse valor e não estamos na Liga dos Campeões. Aponta como solução a formação deixando elogios à mesma.


A verdade é que enquanto adeptos devemos ter os pés assentes na terra e perceber as dificuldades que o clube atravessa e não ter a ilusão de que temos dinheiro para trazer quem quisermos, o nosso poder negocial é um pouco reduzido. O que Carlos Barbosa diz é um bocado óbvio se só geramos x receitas não podemos gastar mais do que isso, por outro lado se temos das melhores escolas de formação do mundo temos que tirar proveito disso. 


Assim sendo, a base da nossa equipa tem que ser a formação e quem for contratado tem que ser uma mais valia, que venha com o objectivo de valorizar os nossos jovens, valorizar-se individualmente e trazer sucesso ao clube. Assim sendo, temos que acertar nas contratações pois aí é que está o erro. Se formos verificar o histórico de vendas do Sporting verificamos que quem la está são jogadores da formação (Simão, Quaresma, Viana, Custódio, Veloso, Moutinho, Djaló, Ronaldo, etc). Assim de repente lembro-me de 4 grandes negócios: André Cruz, Jardel, Schmeichel e Acosta que pelo menos levaram-nos ao sucesso embora não tenham sido mais valias financeiras, sendo que no caso de Jardel ajudou jogadores com Viana ou Quaresma a valorizarem-se. 
A grande maioria dos restantes não foram de facto bons negócios embora se calhar muitos deles fossem bons jogadores mas a verdade é que acertamos muito mais no que toca ao nossos "meninos". Assim quem vier ou vem para fazer a diferença ou jogamos com o que temos, têm que acabar as contratações para fazer numero ou para agradar os adeptos, quando muitas vezes os jogadores que chegam são inferiores ou pouco superiores aos jogadores da formação, não compensando portanto a sua aquisição.


Assim sendo, neste aspecto sou forçado a dar razão a Carlos Barbosa, não podemos esperar que o Sporting bata no fundo para alterar qualquer coisa, e a selecção nacional mostra como a nossa formação pode formar grandes equipas capazes de nos dar muitas alegrias, é preciso que haja quem consiga tirar partido dela e que esta seja bem complementada com reforços, o Ajax é um bom exemplo e o Barcelona também. Pese embora a minha concordância nesta parte julgo que a opinião de Carlos Barbosa deveria ter sido dada no seio do Sporting e não na comunicação social.

O Regresso

Inicia-se hoje a pré-época leonina com a realização dos habituais exames médicos. Neste momento o grupo é composto por 21 jogadores: os guarda-redes Boeck e Golas, os laterais Arias, Cedric, Pereirinha, Insua e Evaldo, os centrais Carriço e Xandão, os médios Gelson, Rinaudo, Adrien, André Martins, Elias, Renato Neto e Labyad, os extremos Capel e Jéffren e os avançados Wolfswinkel, Rubio e Wilson Eduardo.

Aos quais se juntarão no dia 16 os jogadores que estiveram em representação das respectivas selecções: Patrício, Carrillo, Izmailov, Matias, Onyewu e Schaars. Assim sendo, com a chegada destes jogadores o numero de atletas subirá para 27 o que significa que em principio alguns ainda serão emprestados ou integrarão a equipa B, dado que não se justifica um grupo tão grande quando temos a equipa B, muito mais quando aparentemente ainda falta chegar um central e um avançado.

Assim sendo, sem grandes surpresas Rodriguez, Valdés, Grimi, Pongolle, BojinovLuís Aguiar e João Gonçalves devem integrar a lista de dispensas, sendo que até ao momento não se afiguram como casos de fácil colocação. Pessoalmente gostava que todos eles deixassem de pertencer aos quadros do Sporting, resta esperar para ver no que dá.

Mas também temos boas noticias, Jeffrén foi hoje arrancar o dento do siso, que seria o responsável pelo elevado numero de lesões musculares, era importante que pudesse dar o seu contributo à equipa com regularidade, penso que poderá ser o grande reforço esta época caso isso aconteça. Quero acreditar que sim!

Tal como esperado, o núcleo duro transita da época passada, o que será uma vantagem, a meu ver temos um bom plantel, mesmo sabendo que faltam dois jogadores ainda, cabe agora a Sá Pinto tirar o melhor de cada jogador individualmente e da equipa no seu todo.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Avançado

Muito se tem falado sobre as posições em que o nosso clube se deveria reforçar com vista a ter um plantel mais forte na época que se avizinha, sendo quase unânime que é preciso um central de qualidade e uma alternativa a Wolfswinkel. No entanto, são publicas as dificuldades financeiras que o Sporting atravessa, e assim sendo não deveremos esperar por nomes muito sonantes, o que não me preocupa muito, dado que o mais importante é que tenham qualidade e não que vendam jornais ou que sejam nomes que nos deixem melhor vistos perante os nossos rivais. Se for campeão com um conjunto de "zés ninguém" para mim vale o mesmo que ser com um conjunto de estrelas, embora como é óbvio quero ter o melhor plantel possível.

Posto isto, surgiu-me a ideia de um avançado que julgo que poderia ser um bom negócio, falo de João Silva, jogador do Everton. É jovem (22 anos), português, internacional sub-21, penso que poderia ser adquirido com alguma facilidade e por um preço reduzido e pelo pouco que conheço dele, penso que seria melhor alternativa que Pongolle,Bojinov, Rubio ou mesmo Ribas. É um jogador já com alguma rodagem, embora pudesse ir jogando pela equipa B se necessário, contudo, se tudo desse certo, teria todas as condições de ser o ponta de lança titular da nossa selecção, tendo assim hipótese de disputar grandes provas internacionais formando o ataque com jogadores como Nani ou Ronaldo. Aqui fica um pequeno video desta minha sugestão.



quarta-feira, 4 de julho de 2012

2012/2013

Está prestes a começar a pré-época do leão. Ainda subsistem dúvidas acerca de quem integrará o plantel principal e o que rumo terão os que não obtenham tal privilégio. O presidente, Godinho Lopes, prometeu um ataque ao mercado cirúrgico, assim sendo não é de prever muitas entradas, sendo apenas reforçados os sectores que o treinador e a estrutura entendam ser prioritários. A meu ver é a atitude correcta, há que ter um plantel estável, reforçando apenas os pontos essenciais com jogadores que possam ser mais valias para o Sporting.

Assim sendo, deve ser mantida a politica de contratações, chegando ao clube jogadores com margem de progressão e internacionais. É publico que os tempos não são fáceis, e também por isso penso que devemos estar satisfeitos com o trabalho que está a ser realizado, dado que Labyad e Gelson parecem à partida boas aquisições. É também com agrado que vejo que muito provavelmente haverá investimento indiano, no Sporting, nesta altura é forçoso utilizarmos todas as armas que tivermos e se a nossa bandeira é a formação e esta é cada vez mais reconhecida a nível internacional, há que tirar proveito disso.

Contudo, apesar das boas noticias, o que mais me entusiasma para a próxima temporada é a equipa B, já todos reparamos que a nossa equipa de juniores está recheada de bons valores, de realçar além do titulo a boa campanha europeia e a composição da selecção nacional de sub-19. A juntar a isso temos bons valores  que regressam agora ao Sporting que podem e devem utilizar a equipa B para crescerem enquanto jogadores por forma a integrarem a breve prazo a equipa principal. Estou curioso para ver quem integrará ambas as equipas, ansioso por acompanhar os seus trajectos e esperançoso em ter muitas alegrias.

Preocupa-me no entanto o numero de casos pendentes do Sporting, jogadores como Valdés, Grimi, Pongolle ou Bojinov ainda não estão colocados e duvido que integrem o plantel principal, espero que não sejam colocados na equipa B, que a meu ver deve ser um espaço para crescimento e não para ter excedentários a arrastarem-se contrariados.

Depois de tudo isto resta-me apenas desejar a todos os Sportinguistas uma época recheada de sucessos!