quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Mercado de Inverno

Quando chegamos a estas altura em que é possível a inscrição de jogadores, eu como qualquer adepto fico entusiasmado com a possibilidade de o meu clube se reforçar com jogadores que venham a ser mais valias, seja imaginando alguns nomes lançados na comunicação social com as cores leoninas, seja na esperança de ser surpreendido com contratações para as posições que acho que podiam ser reforçadas.

Concordo quando dizem que deveríamos reforçar centro da nossa defesa, uma vez que Carriço parece ser aposta para o meio campo e com Rodriguez lesionado sobram apenas Onyewu e Polga, além do júnior Ilori.
 Pessoalmente aprecio bastante o Tiago Ilori, mas não queria que se queimassem etapas na sua formação enquanto jogador e que fosse obrigado a aparecer por motivo de lesão ou castigo de algum central, julgo que deve ir tendo as suas oportunidades em jogos de menor responsabilidade e que daqui a uns anos se afirme efectivamente como titular do Sporting, sem precipitações por forma a não se queimar um jogador bastante promissor, à imagem de alguns exemplos recentes que não terão sido lançados nem na melhor altura nem da melhor forma.
Já Rodriguez é uma grande incógnita, não se sabendo ao certo qual será a sua condição física durante o ano 2012, estando bem, era um grande reforço para o resto da época.

Gostava também de ter uma alternativa a Wolfswinkel, ainda não sei ao certo o que poderão render Bojinov ou Rubio, mas independentemente disso não parecem jogadores de área, julgo que serão mais segundos avançados, terá a palavra Domingos que saberá de certeza as garantias que cada jogador lhe dá nas mais variadas posições.

No entanto, temos que ter em consideração que os tempos que correm não se apresentam fáceis para ninguém, muito menos para a esmagadora maioria dos clubes de futebol, e o cenário do Sporting não será certamente dos melhores, além disso temos que ter em consideração o grande investimento feito no Verão passado e entender que não há grande margem para reforços. Acredito que esteja a ser feito um esforço para dar um presente a Domingos e ao adeptos, no entanto creio que isso só deveria acontecer caso haja condições financeiras para tal e se for de facto um bom negócio, acho que não devem ceder à tentação de agradar aos adeptos com contratações se não estivermos a falar de jogadores que sejam de facto mais valias.
Por outro lado o Sporting tem um bom plantel, o que se pode verificar pela campanha que tem feito apesar das inúmeras lesões, e que com este mesmo plantel podemos ter muitas alegrias.
Desta forma, se não tivermos mais nenhum reforço além de Renato Neto não creio que venha mal algum ao mundo, só espero que todos os jogadores possam recuperar a 100% e que em 2012 o nosso departamento médico não tenha tanto trabalho, por forma a conseguirmos mais facilmente atingir os objectivos a que nos propusemos.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O Futuro do Sporting

Renato Neto é o mais recente produto das escolas leoninas a integrar o plantel principal, depois de estar emprestado por época e meia aos belgas do Cercle Brugge. Gostaria de elogiar esta parceria entre o Sporting e o clube belga e dar os parabéns a quem a tornou possível, uma vez que começa a dar os seus frutos. Além da experiência e crescimento competitivo que é possibilitado aos atletas emprestados estes disputam um campeonato de bom nível e que é seguido de perto por países como Holanda, França ou Alemanha, permitindo desta forma não só a valorização dos atletas nos referidos mercados, como a expansão da marca Sporting como um clube formador.

A juntar a esta parceria, na próxima época teremos uma equipa B que disputará a Liga Orangina. Nesta equipa só poderão jogar atletas entre os 16 e os 23 anos de idade, havendo 3 vagas para maiores de 23. E dos 18 convocados, 10 terão que ser formados localmente, o que significa que entre os 15 e 21 anos tenham estado 3 anos inscritos em equipas portuguesas. 
A equipa B permitirá que alguns jovens do plantel principal possam competir durante todo o ano, mesmo em fases em que não tenham tanta oportunidade na equipa A, permite que jogadores que subam a sénior se mantenham ligados ao clube e a competir regularmente e é importante para atletas ainda juniores possam competir a um nível mais elevado.
Posto isto, e fazendo uma análise aos jovens da equipa principal, emprestados e juniores, julgo que a parceria com o Brugge deveria continuar, uma vez que dá oportunidade de os atletas disputarem regularmente um campeonato superior à nossa Liga Orangina. Por maioria de razão os jovens que tenham possibilidade de disputar com regularidade a 1ª Liga julgo que o devem fazê-lo, a menos que seja para integrarem o plantel principal. Assim sendo, a equipa B deveria ser formada pelos jogadores que não tenham hipótese de jogar regularmente numa liga superior, pelos atletas da equipa principal com poucas oportunidades e por juniores que precisem de um ritmo competitivo superior ao do nacional de juniores para crescerem.

Olhando para a actual constituição do plantel principal verificamos que jogadores como Arias, Illory, Renato Neto, André Martins, Carrillo ou Rubio poderão lucrar com a criação da equipa B, uma vez que poderiam continuar a competir sempre que não tivessem oportunidade de o fazer pela equipa principal.
Quanto aos emprestados. temos os casos de Adrien, Mexer, João Gonçalves, Salomão, Owusu ou André Marques que já não terão idade para competir na equipa B, podem sempre ocupar as 3 vagas, mas como disputam ligas mais competitivas devem permanecer emprestados, a não ser que regressam para o plantel principal.
O mesmo se aplica aos jogadores do Cercle (Nuno Reis, Baldé e William Carvalho), Cedric e Wilson, que apesar de terem idade para integrar a equipa B é algo que não faz sentido, dado que jogam com regularidade em campeonatos superiores.
Desta forma, jogadores como Diogo Rosado, Golas, Juary, Luís Ribeiro, Pedro Mendes, Zezinho ou Turan deveriam compor a equipa B. 
Por outro lado, Rafael Veloso, Esgaio, Rodolfo Simões, Mica, João Mário, João Carlos, Agostinho Cá, Betinho, Etock e Altair Jr sobem a seniores, podendo também estes integrar a equipa B caso não haja melhores oportunidades.
Por fim, juniores como Edgar Ie, Tobias Figueiredo, Mateus Fonseca, Luis Cortez, Chaby, Farley Rosa, Edilino Ie, Iuri Medeiros ou Bruma poderão ajudar a compor a equipa em alguns jogos.

Desta forma julgo estarem reunidas condições para que os jovens do Sporting possam crescer de forma sustentada e para que o Sporting tire cada vez mais e melhor partido da sua formação.

Vai e Vem do Mercado

Aqui está um pequeno vídeo no nosso primeiro reforço no mercado de Inverno. Renato Neto, médio, que cumpriu os últimos anos da sua formação no Sporting tendo-se sagrado campeão de juniores. Cumpria o segundo ano de empréstimo nos belgas do Cercle Bruge, regressando agora a Alvalade. Tanto pode jogar a médio defensivo, como pode desempenhar as funções de um box-to-box, e é um jogador com características diferentes dos médios que temos já que um jogador bastante forte fisicamente, medindo 1.86 m. É um jogador que aproveitou bem o empréstimo para crescer, tendo somado muito minutos, transformando-se num jogador fundamental da equipa belga. Julgo que será importante no nosso plantel, já que alia à sua capacidade física, uma boa capacidade de passe e remate, aparece bem na área adversária e é um elemento importante nas bolas paradas, sendo que defensivamente também recupera muitas bolas. Tenho curiosidade em saber que funções lhe dará Domingos neste Sporting, pessoalmente gostava que fizesse dele um médio defensivo um pouco mais posicional do que é, onde poderia ganhar muitas bolas pelo ar no meio campo e seria o primeiro elemento a construir jogo. Seja como for desejo-lhe sorte, e paciência, pois apesar de tudo ainda é um jogador jovem que tem que ir aproveitando as oportunidades que lhe forem dadas.

Em sentido inverso, vai William Carvalho, um jogador semelhante a Renato Neto, que estava a realizar uma primeira época como sénior bastante positiva na 2ª divisão, onde participou em todos os minutos do Fátima que se encontra neste momento no 4º lugar a 3 pontos do 1º. Espero que aproveite bem a oportunidade de jogar na primeira divisão belga onde terá oportunidade de somar minutos, ganhando experiência num campeonato competitivo aliando a isso a possibilidade de lutar por lugares europeus.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Presentes e um Bom Natal

Nesta época natalícia espero que o Pai Natal seja gentil e ofereça 4 presentes ao Sporting. Falo obviamente de Jeffren, Izmailov, Rodriguez e Matias. Considero-os a todos jogadores importantes, pese embora a sua tendência para lesões. Contudo, espero que sem pressas se possa acabar de vez com os problemas físicos deste quarteto, uma vez que seriam grandes reforços para a segunda metade da época, que é só a metade onde tudo se vai decidir, dado que nada está perdido até agora. Estamos a 6 pontos do primeiro classificado no campeonato, nas meias na Taça de Portugal, e temos todas as hipóteses de passar a fase de grupos da Taça da Liga e a eliminatória da Liga Europa.

Assim sendo, com a recuperação destes jogadores, não só ficaríamos com um 11 forte como com várias soluções no banco. Na minha opinião, Izmailov a 100% é o melhor jogador do Sporting, logo será muito útil. Jeffren ainda não teve oportunidade de provar muito, mas tenho grandes expectativas e dá oportunidade a Carrillo de ir crescendo, de ser lançado aos poucos sem pressão e de constituir uma boa alternativa aos titulares. Matias terá dificuldades em ser titular no Sporting, mas será uma excelente opção para mudar o rumo de alguns jogos e será igualmente importante na Liga Europa. Por fim Rodriguez creio que poderá ajudar muito o Sporting, uma vez que é um excelente central que o nosso treinador bem conhece e que tem tudo para formar uma boa dupla com Onyewu. São estes os reforços que quero não só para o mercado de Inverno, mas para esta e as próximas épocas.

Se não for pedir muito, desejo também um excelente Natal a todos os Sportinguistas!
SL

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

A Taça e a formação

O Sporting defrontou a equipa do Marítimo, num encontro referente ao quartos de final da Taça de Portugal e conseguiu uma vitória importante, num jogo bastante conseguido. É uma competição que temos todas as condições de ganhar, já que além do bom plantel que temos, chegados a esta altura, sendo as meias-finais a duas mãos evita-se surpresas causadas por um dia não, e dado o conjunto de equipas ainda em competição, numa eventual final a nossa qualidade, experiência e mesmo o apoio dos adeptos prevalecerão.

Quanto ao jogo, foi uma exibição positiva a encerrar o ano, principalmente na segunda parte onde fomos dominadores, jogando sempre no meio campo adversário. Se tivermos em conta que defrontamos uma das melhores equipas nacionais, constatámos que estamos a fazer um bom trabalho e que temos bastantes soluções no plantel, se tivermos em conta que jogadores como Jeffren, Izmailov, Matias, Rodriguez, Elias, Rinaudo ou até Luís Aguiar que seria uma solução numa situação como a actual, estavam impedidos de dar o seu contributo.

Gostaria de destacar jovens como o Carrillo, André Martins ou o próprio Arias que vão demonstrando qualidade e que penso que estão a ser bastante bem geridos pelo nosso treinador, sendo lançados aos pouco mas tendo sempre oportunidade de "ganhar minutos" quando possível. É importante que cresçam como jogadores ao longo deste e talvez do próximo ano (onde a equipa B poderá ser uma ajuda), sem pressas para que depois se possam afirmar definitivamente.

Já os jovens Carriço, André Santos e Pereirinha, que não tiveram um processo tão bem gerido, tendo sido lançados cedo e com responsabilidades demais, mostram que também são jogadores com qualidade tendo sido soluções importantes, e penso que devem aproveitar esta época para se assumirem. Por sua vez, Rui Patricio, apresenta-se já num patamar diferente, é neste momento um jogador mais seguro e preponderante neste Sporting, onde tem respondido a grande altura, quando é posto à prova. Espero que à semelhança do nosso gr todos se consigam impor!