segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Sporting - Setubal (7ª J)

Mais uma jornada e mais 3 importantíssimos pontos conquistados, que ajudam a equipa a crescer, a ganhar confiança e são importantes para conseguirmos atingir o nosso objectivo.
Foi um jogo em que a equipa esteve bem defensivamente conseguindo mais um jogo sem sofrer golos, e à 7ª jornada somos a melhor defesa com os mesmos golos sofridos que o Porto.
Ofensivamente também foi um jogo bem conseguido, com várias oportunidades, que resultaram em 4 golos e mais uma goleada.

O Sporting preparou-se para este jogo, sabendo que não podia contar com um jogador que tem sido importante na campanha leonina, dado o seu alto rendimento, falo naturalmente do lateral esquerdo Jefferson. Leonardo Jardim, na minha opinião fez bem em manter a dupla de centrais e em apostar num jogador que é lateral de origem e que estava com algum ritmo na posição, fruto da utilização deste na equipa B, assim mexeu o menos possível na equipa e adaptou o jogador que melhor cumprirá a posição.
Foi um grande resultado que nos permite trabalhar com tranquilidade e a crescer estas semanas em que o campeonato pára, devido aos jogos de apuramento para o Campeonato do Mundo e da Taça de Portugal.

Destaques:

Montero: Mais dois golos, soma 9 em 7 jogos, continua a ser o melhor marcador e é sempre um perigo para a baliza adversária, mesmo que por vezes pareça desaparecido do jogo.
Carrillo: Tal como toda a equipa, está bastante melhor esta época, teve grandes pormenores durante o jogo (podia ter dado vantagem ao Sporting logo no inicio da partida com uma iniciativa brilhante), marcou e esteve sempre em jogo conseguindo criar algumas oportunidades de golo. Ainda precisa de crescer, aprender a soltar a bola no momento certo, a jogar mais fácil no meio campo defensivo e a atrasar a bola quando a equipa não tem vantagem em progredir, todavia, está a ter um rendimento positivo e a experiência ganha-se jogando.
Adrien: Grande jogo do médio leonino, também ele sempre em jogo, a dar linha de passe a procurar levar a equipa para a frente, apareceu bem no ataque onde podia ter marcado num remate à entrada da área, conseguindo mais tarde uma assistência e o merecido golo, na conversão de uma grande penalidade.
André Martins: Boa exibição do internacional português, com bons pormenores a conseguir desequilibrar, uns furos acima do que tem vindo a mostrar. Penso que podia ajudar mais a equipa na fase inicial de construção, onde Adrien e William costumam ser bastante marcados, contudo uma exibição muito positiva.
William: Importante a anular as iniciativas adversárias e quando teve algum espaço voltou a passear classe, precisa de corrigir alguns erros de posicionamento e ser mais intenso a defender, mas tem muita qualidade este jovem internacional sub-21.
Vítor: É experiente, e isso faz a diferença numa equipa tão jovem, importante em ajudar a equipa a manter a posse de bola.
Mané: Mais um jovem extremo promissor a ser lançado, penso que também aqui Jardim esteve bem, não só por lançar mais uma pérola, mas também porque as jovens esperanças devem aparecer quando a equipa está bem, a ganhar, por forma a jogarem sem pressão, demonstrarem a sua qualidade e habituarem-se a jogar na equipa principal.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Braga - Sporting (6ª J)

O Sporting conseguiu em Braga a conquistas dos 3 pontos num campo que será dos mais complicados do campeonato, mesmo tendo em conta o nosso bom registo contra a equipa bracarense.
Assim sendo, a equipa leonina continua 100% vitoriosa nos jogos disputados fora, mantém-se nos lugares cimeiros e junta o melhor ataque, à segunda melhor defesa e ao melhor marcador da competição até ao momento.
O caminho a seguir é este mesmo, jornada após jornada, lutar pelos 3 pontos e amealhando o máximo possível.

Nesta partida, a equipa leonina entrou no jogo praticamente a ganhar, é sempre bom conseguir um golo madrugador, no entanto, este parece não ter feito muito bem à equipa, que recuou bastante no terreno, tendo a equipa bracarense dominado até ao momento da expulsão de Santos. Este momento foi crucial para o desenrolar do jogo, pois daí em diante o Sporting dominou o jogo, tendo criado várias oportunidades para marcar.

Destaque para Cedric que com um bom remate à entrada da área deu a vitória ao Sporting, e que ao exemplo do que tem feito esta época fez mais uma exibição bastante segura a defender e acompanhando o ataque sempre que possível, com algumas boas iniciativas, no entanto por vezes tem oportunidade de cruzar sem pressão, mas os cruzamentos não têm levado a melhor direcção, situação que deve melhorar. Tentou algumas vezes dar uso à sua boa meia-distância, tendo sido recompensado com um golo perto do apito final.
Montero, regressou aos golos, mantendo-se como o melhor marcador do campeonato com 7 golos ao fim de 6 jornadas, no entanto, esteve demasiadas vezes em fora-de-jogo durante a partida, não permitindo que fossem feitos passes para as costas da defesa pela zona central.
Wilson Eduardo entrou bastante bem em jogo, quanto a mim está a ser uma agradável surpresa este jovem da "cantera" leonina, teve um boa oportunidade para marcar após um cruzamento atrasado de André Martins, mas infelizmente acertou num defesa, tem condições para ser uma peça importante da equipa, tendo que melhorar defensivamente no apoio ao lateral e aguentar os 90 minutos com boa intensidade.
É um pouco irritante ver Carrillo jogar, porque fica sempre a sensação que pode dar um pouco mais, no entanto, gostei de o ver, penso que está bem melhor esta época. Ajudou defensivamente e na frente criou vários desequilíbrios, tendo conseguido muitas oportunidades de golo, infelizmente desperdiçadas. Continua por explicar a tendência que tem para ficar parado em frente aos adversários quando recebe a bola dentro da área com espaço.
Por fim tenho de destacar Adrien e Jefferson, o primeiro, é o motor do meio-campo leonino, todo o jogo passa por ele e o segundo pela profundidade que empresta à ala esquerda.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Sporting - Rio Ave (5ª J)

No passado Sábado, o Sporting registou o segundo empate para o campeonato, foi um jogo com poucas oportunidades de golo para a equipa leonina, não só por demérito próprio mas também por mérito do adversário que é uma boa equipa e um candidato aos lugares europeus.

Tenho lido que o meio-campo leonino já não está tão forte como no inicio de época com destaque para a quebra de William Carvalho e Adrien. Na minha opinião, ambos fizeram um bom jogo, Adrien esteve constantemente a dar linhas de passe aos colegas, embora não tenha conseguido desequilibrar e  aproximar-se das zonas de finalização, tendo sido bastante importante na manobra da equipa e na pressão que impediu o Rio Ave de jogar na 1ª parte. William Carvalho, não conseguiu fazer os passes de ruptura e as aberturas que nos habituou nas primeiras jornadas, mas continua a dar segurança com bola e também ele foi importante em impedir o Rio Ave de jogar.
A suposta quebra destes dois elementos, está relacionada com o maior conhecimento que os adversários têm do Sporting, havendo neste momento uma maior marcação sobre ambos, tentando impedir que estes iniciem as construção de jogo leonino. Assim sendo, é importante que André Martins e os extremos se aproximem e venham buscar jogo, por forma a evitar o passe longo dos defesas.

Quanto aos restantes jogadores, destaque para Jefferson que mais uma vez deu grande profundidade à ala esquerda, foi uma excelente aquisição, há muito que não havia um lateral esquerdo assim em Alvalade, trata bem a bola e apesar de ainda não ter marcado, penso que o irá fazer no futuro.
Wilson Eduardo voltou a marcar, numa excelente execução técnica, é um jogador que comete algumas falhas durante o jogo e por vezes desaparece um pouco, no entanto as suas acções positivas no último terço do relvado normalmente resultam em golo ou assistência. Foi substituído numa altura em que já não conseguia acompanhar tão bem as subidas do lateral, o que obrigou Leonardo Jardim em mexer em toda a estrutura do Sporting, o que fez com que Martins fosse para a ala, Adrien subisse no terreno e Rinaudo ocupasse o lugar deste último, penso que não é bom mexer em tantos jogadores ao mesmo tempo, mas fruto da lesão de Capel, já não havia extremos no banco.
Por outro lado, Eric teve uma noite infeliz, esteve bastante inseguro, cometendo alguns erros incaracterísticos dando oportunidade ao adversário de criar perigo junto da baliza de Patrício, e acreditar que era possível chegar ao empate.
Montero, apesar de aparecer pouco em jogo, quase dava a vitória ao Sporting numa boa iniciativa individual.
André Martins é um pouco como Wilson Eduardo, desparece muitas vezes do jogo e comete algumas falhas, sendo que as suas acções positivas no último terço também têm resultado em golos ou assistencias, no entanto, sendo um jogador já com vários anos e jogos no Sporting e internacional português, penso que deveria explodir de vez e assumir-se como o estratega da equipa, na minha opinião deveria aparecer mais para ajudar na primeira fase de construção e tentar estar sempre em jogo dando linha de passe aos companheiros, e sendo um jogador, rápido, ágil e bom tecnicamente, deveria ganhar mais faltas, não se justificando que perca a bola sem falta.

Apesar de tudo, estou contente com o nível que a equipa tem apresentado e julgo que este percalço é a excepção que confirma a regra.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Mini-estádio

Em entrevista recente à Sporttv, Bruno de Carvalho anunciou a contrução até ao final do ano de um mini-estádio na Academia que será a casa da equipa B do Sporting.

O Sporting B ganha assim uma casa, no local onde muitos dos "meninos" que integram o seu plantel cresceram, ganham assim a possibilidade de treinar mais vezes na sua casa.

Além disso há a possibilidade do Estadio José de Alvalade ficar mais livre para outras actividades como jogos da Selecção ou concertos, gerando assim receitas sempre importantes para o clube.

Bem sei que o antigo projecto da Sporting TV foi anulado, contudo e mesmo que esse dossier não esteja numa fase muito adiantada gostaria de ver condições no mini-estadio da Academia para voltarem a transmitir os jogos do Sporting B no site do Sporting, a exemplo do que acontecia na época transacta. Era importante que isso acontecesse por forma a dar oportunidade a todos os Sportinguistas de acompanharam a equipa B e a avançar-se com o projecto da Sporting tv, era uma medida que aproximaria os adeptos do seu clube do coração.

domingo, 15 de setembro de 2013

Olhanense - Sporting (4ªJ)

O Sporting somou mais 3 pontos após a deslocação ao Algarve onde defrontou a equipa da Olhanense, tendo verncido por 2-0, mantendo assim o 2º lugar na classificação geral com 10 pontos após 4 jornadas e com 12 golos marcados e apenas 2 sofridos.
Leonardo Jardim fez duas alterações no 11 habitual, saindo Rojo e Carrillo por Dier e Capel, tendo a equipa leonina iniciado a partida com 7 jogadores da sua formação no onze titular, mais uma prova de que a nossa formação tem qualidade e que este é o caminho correcto.

Quanto ao jogo, o Sporting fez uma partida segura, tendo controlado uma partida em que a Olhanense com a excepção de um erro de Mauricio, e um cabeceamento por cima da baliza apenas de bola parada incomodou o Sporting.
Sem fazer um jogo brilhante a equipa leonina criou várias ocasiões, com destaque para Capel que desperdições duas boas oportunidade para marcar na baliza defendida por Ricardo.
No entanto, no inicio da 2ª parte o Sporting resolveu a partida, com dois golos em 10 minutos, tendo controlado o resto do jogo, onde a equipa aproveitou a ultima meia-hora para gerir o esforço após uma semana marcada por muitas viagens dos jogadores que estiveram ao serviço das selecções.

Destaque para o internacional português André Martins, que acabou o jogo com uma assistencia e o seu primeiro golo para o campeonato ao serviço da equipa principal do Sporting. Por outro lado, Montero cotinua a facturar tendo somado o seu 6º golo, continuando a ser o melhor marcador do campeonato.
Por fim, destaque para a estreia de Vitor reforço leonino no fecho do mercado de transferencias.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Promovidos

Sou um adepto da aposta na formação, logo é com bons olhos que vejo tantos jovens que na época passada tinham idade de junior a transitar para as equipas profissionais do Sporting. Isto deve-se não só a uma geração bastante talentosa, mas também ao facto de agora existir uma equipa B, que foi sem dúvida das melhores opções estratégicas tomadas pelo nosso clube nos últimos anos.
Na minha opinião há vários jogadores a destacar:

Começo por Ruben Semedo, na minha opinião o mais promissor de todos, um central, alto, forte , rápido e ágil. Este jovem alia a um conjunto de caracteristicas fisicas fantásticas, capacidade para sair a jogar e já alguma maturidade, espero que seja aposta na equipa principal em breve.

Eric é também um central promissor, promovido à equipa principal já na época passada, trata-se de um jogador que demonstra grande maturidade, é tecnicamente evoluído e versátil, tendo sido utilizado como lateral ou médio a maioria das vezes na época transacta. Fisicamente também ele é muito forte e de elevada estatura.

Fokobo, quanto a mim, rende mais na posição 6, e penso que se trata de um trinco bastante promissor, é forte, aguerrido, bom tecnicamente, conseguindo encher o meio campo, uma boa alternativa no futuro a William Carvalho. Necessita de ganhar experiencia, por forma a reduzir a entrega que coloca em alguns lances e em determinadas áreas do terreno, fazendo faltas desnecessárias e perigosas.

Chaby, é um jogador que teve bastante azar na época transacta, já que teve uma lesão bastante grave, é muito bom tecnicamente e com boa qualidade de passe, tem sido aposta de Jardim, mas julgo que é ainda um pouco frágil e que devia trabalhar fisicamente, contudo tem condições para aparecer na equipa principal, ainda que Vitor tenha retirado algum espaço.

Mané estava a fazer uma boa época o ano passado, mas uma lesão no final, impediu-o de contribuir na fase final de juniores, é um extremo bastante rápido e habilidoso que pode render muitos golos, estou curioso para ver o que pode dar na equipa B, disputando agora campeonatos profissionais.

Alexandre Guedes, tem boas caracteristicas para ponta-de-lança, gostava que fosse aposta na equipa B, já que na minha opinião é bastante mais promissor que Betinho, penso que faria uma boa época onde ajudaria com golos a equipa a fazer uma época tranquila, há que destacar que foi o melhor marcador do Europeu de sub-19.

Medeiros, é um extremo habilidoso, muito bom tecnicamente, com bom remate, não é muito rapido e não é jogador de ganhar a linha de fundo para cruzar, ou de fazer diagonais aparecendo nas costas dos defesas, desta forma julgo que as suas caracteristicas se adequam mais a um 10, onde a sua finta curta, capacidade de remate, visão de jogo e qualidade de passe podem ser muito importantes.

Assim sendo, podemos verificar que há bastante qualidade na formação leonina, e penso que a curto médio prazo estes jovens serão aposta para a equipa principal.




quarta-feira, 19 de junho de 2013

Diogo Salomão

A par de André Santos, outro jogador que vem sendo dado como certo no inicio de época do Sporting é o extremo Diogo Salomão.

Este jovem ala foi uma contratação surpreendente do Sporting para a época 2010/2011, já que se tratava de um jogador que vinha da 2ª divisão, e tem sido raro a aposta em jogadores de clubes portugueses, principalmente de divisões inferiores.
Contudo, apesar de não se ter conseguido assumir como titular da equipa leonina, fez uma época interessante, tendo participado em 23 jogos, marcado 4 golos e contribuindo com algumas assistências, assumindo-se como opção a ter em conta, de grande utilididade e pouco dispendiosa, não sendo um fora-de-série, pareceu-me uma aquisição acertada.

Na época seguinte, o Sporting formou quase um plantel novo, e com as contratações de Jeffren, Capel e Carrillo, a juntar às permanências de Izmailov, Djaló (até ao fecho do mercado de Verão) e mesmo com o regresso de Pereirinha que também pode actuar como extremo, o seu espaço no Sporting ficou obviamente reduzido. Assim sendo, segui-se um empréstimo ao Corunha, onde fez uma boa época, tendo participado em 33 jogos, marcando 5 golos, contriuindo para a subida à principal divisão espanhola. As boas indicações deixadas pelos extremo leonino, levaram a que o Deportivo continuasse interessado no seu emprestimo, no entanto, a época não correu de feição nem ao ala português nem ao clube da Corunha.

Considero Diogo Salomão um extremo rápido, que se desmarca bem, desiquilibrador e que rende golos, assim sendo tem caracteristicas interessanes para ajudar a equipa do Sporting, podendo ser uma aposta para desbloquear jogos que estejam mais complicado e é um jogador que pode perfeitamente ser chamado a titular que cumprirá bem as suas funções.
Por outro lado, terá sido importante para o seu desenvolvimento como jogador as duas época que passou em Espanha, assim, resta esperar para ver como terá sido a sua evolução e como se apresenta nesta pré-época ao serviço do Sporting.